23 de outubro de 2015

Exames

ANGIOFLUORESCEINOGRAFIA

A angiografia fluoresceínica digital computadorizada, realizada através do moderno retinógrafo Kowa, é um exame de fotodocumentação contrastada para diagnóstico de patologias da retina. Possibilita o estudo de doenças da retina em fases iniciais e o tratamento adequado de maneira precoce. Esse aparelho dá opção de se usar a indocianina verde para se fazer alguns diagnósticos, os quais não poderiam ser feitos com o uso da fluoresceína.

 

ACUIDADE VISUAL “A LASER”

É uma característica do olho de reconhecer dois pontos muito próximos. Vários fatores especificam a esta acuidade, em especial, a distância entre os foto-receptores na retina e também da precisãoé da refração.

Ela é determinada pela menor imagem retiniana percebida pelo indivíduo. Sua medida é dada pela relação entre o tamanho do menor objeto (optotipo) visualizado e a distância entre observador e objeto. A diminuição da acuidade visual causa importante déficit (défice) funcional e considerável morbidade a seus portadores. Seu reconhecimento é importante, pois na maior parte das vezes tal deficiência pode ser corrigida com terapêutica adequada. A acuidade visual pode ser medida através de escalas optótipos.

 

CAMPIMETRIA COMPUTADORIZADA

Utilizamos o campímetro Octopus/Interzeag para realizar a campimetria computadorizada. Esta avalia os defeitos do campo visual e escotomas, monocular ou binocular. É importante para diagnóstico e acompanhamento de diversas patologias oculares, entre elas, o glaucoma.

 

ECOBIOMETRIA ULTRASSÔNICA

Faz a medida do comprimento axial do globo ocular, necessária para o cálculo da lente intra-ocular a ser implantada, após a retirada do cristalino, na cirurgia de catarata.

Exame ultrassonográfico realizado para identificar as estruturas ou alterações do interior do olho, quando isso é impossível pela opacidade dos meios transparentes. Assim, é útil no diagnostico dos tumores, hemorragias e descolamentos da retina.

 

GONIOSCOPIA

É um exame de visão que utiliza uma lente especial para o estudo do ângulo da câmara anterior do olho, onde é realizada a drenagem do humor aquoso (líquido que preenche a câmara anterior).
A indicação do exame Gonioscopia é fundamental para o diagnóstico e tratamento do glaucoma.

 

MAPEAMENTO DE RETINA

É um exame complementar (não faz parte da consulta normal) onde todo o fundo do olho e as suas estruturas são avaliados. Difere da fundoscopia simples porque neste exame só as estruturas centrais do fundo do olho são visualizadas. O mapeamento da retina é feito com a utilização de um aparelho chamado oftalmoscópio indireto e com o auxílio de uma lente que o médico segura entre o olho e o aparelho, a qual neutraliza o poder de refração da córnea e assim permite a visualização das estruturas internas. Devido à forte luz utilizada, mesmo em olhos com opacidades de meios como catarata ou doenças da córnea, o exame é possível.

 

PAQUIMETRIA

É um exame que mede a espessura da córnea. É indicado nos casos de suspeita de Glaucoma, edema de córneas e pré-operatórios de cirurgias refrativas. É um exame indolor e de rápida execução. O paciente deve estar sem óculos ou lentes de contato caso faça uso. Para sua realização é apenas necessária a instilação de uma gota de colírio anestésico e que o paciente fixe o olhar no ponto determinado pelo médico, para que com uma sonda ultrassônica sejam feitas as medidas.

 

PENTACAM

O Pentacam possui uma câmera rotatória, que fotografa o segmento anterior do olho em 360°, em terceira dimensão, com tomadas de até 50 imagens com 25 mil pontos de elevação, em poucos segundos. “A partir deste exame é possível avaliar a espessura da córnea na sua totalidade, sendo apresentada na forma de um mapa colorido”.

A técnica é muito necessária no pré-operatório da cirurgia refrativa; no diagnóstico e acompanhamento do ceratocone (doença degenerativa da córnea); na adaptação de lentes de contato; no glaucoma, para avaliar se o ângulo da câmara anterior é estreito ou aberto, facilitando a terapêutica; na evolução da catarata para medir a densidade de opacificação do núcleo do cristalino; no pós-operatório da catarata para avaliar se a prótese implantada está centrada.

 

RETINOGRAFIA

É um exame de imagem que fotografa as áreas do fundo do olho, como a retina, a coróide, o nervo óptico e os vasos sanguíneos.

Os métodos para a realização deste exame de visão são:

• Retinografia Colorida (simples): consiste na fotografia do fundo do olho. O exame permite a documentação de alterações na retina e no nervo óptico, fundamental no acompanhamento de doenças progressivas.

• Retinografia Fluorescente ou Angiofluoresceinografia: analisa a retina, a coróide e os vasos sanguíneos através de fotos obtidas com uma iluminação especial e com uso de filtros. O exame utiliza um contraste chamado fluoresceína que permite o estudo de camadas diferentes dessas estruturas do fundo do olho. É utilizado para o acompanhamento e diagnóstico de doenças como a retinopatia diabética, degeneração macular, oclusões vasculares da retina, entre outras.

 

TOPOGRAFIA

É um estudo topográfico da superfície anterior do olho e permite o estudo de distorções da córnea (como aquelas que existem no ceratocone e cicatrizes corneanas) e a análise da regularidade e posição do astigmatismo. É um exame fundamental para os candidatos a cirurgia refrativa e útil no planejamento das incisões na cirurgia de catarata, assim como na adaptação de lentes de contato.

5 thoughts on “Exames

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *