7 cuidados que as pessoas devem ter ao usar lentes de contato

De acordo com um levantamento do Centro para Controle e Prevenção de Doenças do governo dos Estados Unidos, mais de de 99% dos usuários de lentes de contato no país têm comportamentos de risco que favorecem infecções nos olhos.

Entre os erros mais comuns observados, estão: 82% usaram as lentes de contato por mais tempo do que o recomendado; 55% adicionaram uma nova solução em cima da antiga que já estava no estojo da lente; 50% relataram já ter usado as lentes de contato enquanto dormiam.

 

Outras pesquisas já haviam demonstrado que os comportamentos de risco aumentam em cinco vezes ou mais o risco de infecções nos olhos. Pensando nisso, o site ‘Minha Vida’ conversou com especialistas para listar sete cuidados essenciais que é preciso ter com as lentes de contato.

Confira:

Limpeza da lente

As lentes de contato devem ser higienizadas antes e depois do uso. Isso evita que micro-organismos externos entrem em contato com seu olho, prevenindo possíveis infecções. “Por isso é necessário também lavar as mãos com água e sabão antes de manusear as lentes”, explica a oftalmologista Tania Schaefer, da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO).

Após higienizar as mãos, já é possível retirar as lentes e higienizá-las. Certifique-se, antes de iniciar, que você obstruiu o ralo da pia com a redinha que acompanha o estojo. Dessa forma, você evita um possível acidente. “Então, coloque a lente nas mãos, pingue algumas gotas da solução e friccione levemente com os dedos para eliminar resíduos de sua superfície”, explica a oftalmologista Keila Monteiro de Carvalho, chefe do Departamento de Oftalmologia da UNICAMP. O mesmo procedimento deve ser repetido antes de colocá-las no estojo.

Outra dica é iniciar a limpeza sempre com a lente da esquerda ou da direita, a fim de prevenir qualquer confusão e troca das lentes. Também é importante nunca reutilizar a solução que ficou no estojo após as lentes serem colocadas nos olhos, sempre usando uma porção nova de solução a cada armazenamento.

Limpeza do estojo

Assim como as lentes de contato, o estojo deve ser higienizado para prevenir infecções por micro-organismos. É necessário usar a mesma solução das lentes para lavar o estojo – e não água. Enquanto ainda estiver com as lentes, higienize as mãos e utilize a solução para lavar o estojo.

“Permita que o estojo seque no ar em vez de usar qualquer papel ou toalha – uma vez que a chance de contaminação é maior nesses casos”, explica a oftalmologista Tania. Encha o estojo com a solução e, só então, coloque as lentes. Lembre-se ainda de trocar o estojo a cada três meses, pois eles também podem se tornar um meio de contaminação com o tempo.

Use a solução correta

Antigamente era comum usar soro fisiológico, mas hoje a substância não é recomendada por especialistas porque a chance de infecção é grande. “A superfície do olho é composta de água, gorduras e proteínas que garantem a lubrificação e proteção ocular”, explica a oftalmologista Keila. É normal, portanto, que as lentes de contato fiquem com resíduos de gordura e proteínas, que não são totalmente retirados com o soro fisiológico. Dessa forma, o soro deve ser usado em último caso, quando é necessário retirar a lente e não há uma solução multipropósito disponível.

A solução multipropósito cumpre as etapas de limpeza, remoção de proteínas, desinfecção, conservação do estojo e hidratação prolongada das lentes. Cada solução multipropósito tem suas características diferentes, existe solução que além de promover a limpeza removendo proteínas e lipídios, possui desinfecção eficaz contra bactérias e fungos, além de manter as lentes hidratadas de manhã até a noite.

Os agentes para desinfecção se diferem pela eficácia contra os diversos micro-organismos, pelo conforto nos olhos (não arder) e por manter a superfície do olho saudável, preservando as células da córnea. O oftalmologista é que deve indicar qual a melhor solução para cada paciente, dependendo do estilo de vida, tipo e material da lente.

Como colocar e retirar a lente de contato

É fundamental saber retirar e colocar as lentes adequadamente, evitando infecções ou problemas como colocar a lente no olho errado ou invertida. Dessa forma, antes de mais nada é preciso higienizar as mãos e escolher começar a colocar ou retirar sempre pelo mesmo lado (direito ou esquerdo).

Ao colocar a lente, observe se elas não estão invertidas. Para isso, encaixe a lente na ponta do dedo e coloque na direção da luz – se as bordas ficarem “viradas” para o lado de fora, a lente está invertida. Algumas lentes possuem os números 123 escritos, para que você possa perceber quando estão invertidas. Dessa forma, ao segurar a lente contra a luz, os números devem estar na sequência correta.

Após essa verificação, já é possível colocar a lente. Segure cuidadosamente a pálpebra superior para que você não pisque. Então, puxe cuidadosamente para baixo sua pálpebra inferior com dedos da mão que está com a lente. Direcione o dedo com a lente de contato para os olhos e encaixe no lugar – se tiver dificuldade, olhar para cima pode ajudar. Uma vez que as lentes estão no lugar, solte as pálpebras e feche os olhos por um momento. Isso ajuda as lentes de contato a se ajustarem.

Para retirar as lentes de contato, o processo é bem parecido: após higienizar as mãos e escolher o lado, olhe para cima e puxe sua pálpebra inferior com o dedo do meio. Então, encoste o dedo indicador na borda da lente e deslize para baixo, na parte branca do seu olho. Segure a lente com seu indicador e o polegar para removê-la.

Uso correto das lentes de contato

Segundo a oftalmologista Tania, a lente de contato não deve permanecer nos olhos por mais de 10 ou 12 horas. Isso porque ela pode interferir na lubrificação dos olhos, deixando-os secos e correndo o risco de aderir ao globo ocular, dificultando a remoção. O ideal é retirar as lentes para dormir, para evitar irritações. Isso porque algumas lentes podem atrapalhar o fluxo de oxigênio na área, deixando os olhos secos e irritados. “Existem lentes gelatinosas bastante permeáveis, que permitem uma noite de sono sem grandes problemas”, afirma Tania. “Mas, em geral, recomenda-se colocar as lentes no estojo antes de deitar.”

Para quem usa maquiagem, é importante colocar as lentes antes de aplicar os produtos e retirá-la antes de aplicar o demaquilante. “O contato com outras substâncias ou produtos podem comprometer sua validade”, recomenda a oftalmologista Keila. Assim você reduz o risco de deixar as lentes em contato direto com os cosméticos.

A recomendação de retirar as lentes também vale para atividades no mar ou piscina. “As lentes podem entrar em contato com micro-organismos presentes na água, além do risco de perdê-las”, alerta Keila. Entretanto, pessoas com graus altos de miopia ou hipermetropia podem usar as lentes segundo orientação médica – nesse caso, o ideal é usar óculos de proteção.

Quando usar lubrificantes oculares?

O uso de água boricada ou soro fisiológico apenas lava a superfície do olho. Esses produtos não lubrificam os olhos porque não possuem nenhuma substância hidratante. O soro fisiológico, por exemplo, pode agravar a secura ocular por conter sal (cloreto de sódio). Dessa forma, o ideal é lançar mão das soluções lubrificantes para evitar os olhos secos.
Atividades como andar de avião, passar muito tempo em frente a um computador ou outras telas e manter as lentes nos olhos por muitas horas podem causar secura ocular. Portanto, certifique-se de ter uma solução lubrificante para esses momentos, principalmente se você sofre com olhos secos.

Frequência das trocas de lentes de contato

“Cada lente de contato tem um tempo de vida definido por meio de inúmeras pesquisas, e não respeitar esse prazo pode prejudicar a saúde ocular”, afirma a oftalmologista Tania. Existem as lentes de uso diário, aquelas que duram semanas e outras que duram meses dentro da validade se a manutenção for adequada.

É necessário trocar as lentes que estão fora do prazo de validade porque, com o tempo, elas vão sofrendo alterações que mudam sua permeabilidade e curvatura. Isso pode interferir na eficácia das lentes e aumentar o risco de uma infecção. Respeite sua validade e consulte seu especialista para obter um novo par, uma vez que só ele poderá receitar as lentes de contato mais adequadas.

Fonte: minhavida.com.br

2 thoughts on “7 cuidados que as pessoas devem ter ao usar lentes de contato

  • Preciso de um contaclologista para efetuar um teste para uso de lentes descartáveis multifocais, uso lente descartável há vários anos com graus diferentes de -8,5 e -8,0 e gostaria de também corrigir o problema de perto evitando o uso de óculos para leitura existe esse teste em vossa clinica, se possível poderiam agendar um teste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *